Tenho o sonho na alma

Blog Writings, Metaforicamente e outros poemas, Poetry

Tenho o sonho na alma,
Enraizado no meu ser.
Não sei de onde vêm,
Onde começam ou acabam as suas raízes,
Mas estão aqui dentro, algures –
Que importa, nem tudo é materialmente visível.
Os caules crescem e erguem-se,
As flores desabrocham dentro de mim.
Caules que não são caules,
Flores que não são flores,
Não sei que tentáculos invisíveis tem o sonho,
Mas ele propaga-se e vive comigo!

Tenho o sonho na alma,
Diluído no meu ser.
De tal maneira se foi entranhando,
Neste ser sonhador que se apresenta,
Que o ter passou a ser,
Sou sonho e o sonho sou.
Somos dois e somos um,
Não sei que linha nos separa ou define.
O sonho é parte
Do ser que sou e não se vê.
Coração psicológico que me impulsiona.

A minha essência é sonhar.
Eu sou eu porque sonho,
E sonhar é o meu ser.
Nunca poderia ser eu
Se não tivesse o sonho dentro de mim!
Então trago o sonho na alma,
Dá-lhe cor,
E o meu ser é, por si mesmo,
Mais um sonhador.

 


Poema escrito em 2013, quando comecei a elaborar a minha compilação de poemas sobre o sonhar, para concluir essa reflexão e expor os meus primeiros escritos (Metaforicamente e outros poemas).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s